Expedição Yanomami / A rota Humboldt 13 dias

 

yanomami-7 yanomami-9 yanomami-10 yanomami-6

Os Yanomamis são uma das últimas tribos primitivas do nosso planeta. Existem ainda cerca de 20.000 deles. Aproximadamente 12.000 vivem em solo venezuelano e 8.000 em solo brasileiro. Na Venezuela, a maior parte ficam localizados no Parque Nacional ParimaTapirapeco. Este parque nacional é o maior da Venezuela, com mais de 34.000 Km². Alguns Yanomamis já deixaram o parque e estão agora mais perto das missões religiosas ou perto dos assentamentos na selva.

Temos que solicitar licenças da “Agência de Proteção dos indios”, precisamos de pelo menos dois meses antes do início da expedição das cópias do passaporte dos membros da expedição e um depósito de 50%  do valor da viagem, na nossa conta do Banco da Alemanha.

DURAÇÃO DE EXPEDIÇÃO 13 Dias
INÍCIO DA EXPEDIÇÃO 7:00 h em Pto Ayacucho
FIM DA EXPEDIÇÃO 15:00 h em Pto Ayacucho
ROUPA / EQUIPAMENTO Roupa ligeira
Protetor solar
Repelente de insectos
Traje de banho
Chapéu
Impermeável
Ropa de abrigo
Sapatos de caminhada leves
Sandálias de Trekking
Lanterna
INCLUÍDO
Guia de turismo
Passeio com barco com um líder da expedição experiente
12 x Café da manhã
13 x Almoço
12 x Janta
Transferência de barco
Todas as excursões mencionadas
Bebidas não alcoólicas
Pernoite em acomodações simples e limpo em famílias indígenas, em parte em Hammock
NÃO INCLUIDO
Bebidas alcoólicas
Bebidas nos alojamentos e restaurantes
Propinas
Souvenirs

 

Participantes Mínimos: partir de 3 Pessoas

Expedition Yanomani / Die Humboldt Route / 13 Tage

Expedição Yanomami / A rota Humboldt / 13 dias

1

Dia 1: Voo e 4 horas de viagem em barco

Voo de Porto Ayacucho até Esmeralda, em um pequeno Cessna de 5 lugares. Depois de passar na revisão dos documentos e da permissão com a Guarda Nacional, carregamos o barco e começamos a expedição Yanomami. Neste dia, navegamos o rio Casiquare durante 4 horas e temos a primeira impressão da floresta Amazônica e também apreciamos pinturas rupestres dos tempos pré-colombianos. Ficamos numa barraca em uma praia de areia fina. Aqui vamos pescar algumas piranhas para o jantar e prepará-las na fogueira.
2

Dia 2: Aprox. 8 horas de viagem de barco

Depois do café da manhã continuamos em direção ao rio Casiquare. O rio Casiquare é a única ligação entre os sistemas fluviais do Amazonas e Orinoco. Na parte da tarde chegamos na lagoa mais grande, que fica na bela região da Pasiba.
3

Dia 3: Aprox. 6 horas de viagem de barco

Hoje chegamos ao primeiro assentamento Yanomami, pela parte da tarde. Os Yanomamis vivem isolados, com os seus próprios rituais e cultura. Passamos a noite e temos uma primeira impressão sobre a fascinante cultura dos Yanomamis.
4

Dia 4: Aprox. 10 horas de viagem de barco

Hoje chegamos ao rio Pasimoni. Atualmente este lugar é onde vários Yanomamis estão estabelecidos em diferentes cidades e shabonos. Na parte da tarde, chegamos a cidade de Pueblo Viejo (cidade do povo velho) e passamos a noite com os índios.
5

Dia 5: Expedição Destino Yanomami

O quinto e sexto dia está a nossa disposição para obtermos um vislumbramento da cultura indígena Yanomami.
6

Dia 6: Expedição Destino Yanomami

Temos contato com o estilo de vida da aldeia Yanomami, no seu típico shabono, as caças e rituais do Xamã. Também presenciamos o uso de ervas naturais, como o Joopo e muito mais vão fazer a sua estadia numa experiência única. É muito importante seguir as instruções do guia de turismo. Nunca tirar fotos antes de negociar com os Yanomamis. Essas negociações são partes importantes e interessantes da nossa visita.
7

Dia 7: Aprox. 8 horas de viagen de barco

Hoje retornamos ao rio Casiquare. Passamos a noite no povoado indígena de Curripaca.
8

Dia 8: Aprox. 5 horas de viagem de barco

Hoje chegamos novamente ao Casiquare e experimentamos um passeio pelo monumento natural Kurimacare. A partir de uma rocha elevada temos uma maravilhosa vista da confluência do rio Casiquare com o Rio Guainia, uma conexão para o Rio Preto. O Rio Preto é a fronteira entre Venezuela e a Colômbia. Hoje nós ficamos em San Carlos de Rio Preto, que é uma cidade maior, onde diferentes tribos indígenas vivem. Nos Alojamos em uma pequena pensão simples.
9

Dia 9: Aprox. 8 horas de viagem de barco

Hoje começamos nossa viagem de volta para Porto Ayacucho. Nos dirigimos pelo rio Preto até a “capital” Maroa, de distrito com o mesmo nome. Maroa está localizado no rio Guainia.
10

Dia 10: Aprox. 3 horas de viagem - Transporte terrestre e 4 horas de barco

Hoje a equipe e o barco são transportados por terra, 30 km até Yavita. Neste dia continuamos ao Rio Temi, onde passamos a noite.
11

Dia 11: Aprox. 4 horas de viagem em barco

Hoje nos dirigimos pelo rio Atabapo aproximadamente 6 horas até chegar a cidade de Atabapo. Aqui nos hospedamos em um pequeno hotel, o único disponível.
12

Dia 12: Aprox. 4 horas de passeio em barco

Hoje chegamos a Samariapo e nos dirigimos até chegar a Porto Ayacucho.
13

Dia 13: Dia extra

Sempre planejamos um dia extra se algum imprevisto acontecer. Se tudo sair como planejado, temos um dia de folga em Porto Ayacucho.
Nesta expedição é possível fazer mudanças sem alterar o passeio essencial e o caráter aventureiro da expedição.
yanomani-2
yanomani-1
yanomani-3
yanomani-4
yanomani-5
DSC_5332
DSC_5406
DSC_5358
DSC_5259
yanomami-11
DSC_5422
DSC_5663
DSC_5409

Tour Reviews

There are no reviews yet.

Leave a Review

Rating